mpb música

(Re) gravando e (Re) interpretando.

terça-feira, setembro 22, 2009Thabata Lima Arruda

Uma nova safra de cantores vem surgindo na MPB, e o que eles tem em comum? Simples: boa parte deles tem optado por um repertório já consagrado por outros cantores, ou simplesmente canções de grandes compositores. O que nos faz analisá-los, e admirá-los, como intérpretes. 




Elis Regina talvez seja um dos primeiros nomes que surge quando se fala em bons intérpretes. Elis imortalizou diversas canções de Tom Jobim, Milton  Nascimento, Chico Buarque, Edu Lobo, Ronaldo Bôscoli entre outros, sempre com uma impecável interpretação. Sem dúvida é uma das melhores intérpretes que já tivemos. 




Cássia Eller também foi uma dessas intérpretes sensacionais, e interpretou de forma única, músicas de Nando Reis, Paulo Moska, Cazuza, e até Beatles




Adriana Calcanhoto quando começou sua carreira em 1990, regravou  clássicos como Sonífera Ilha, dos Titãs, e Caminhoneiro de Roberto Carlos e Erasmo Carlos.




O primeiro disco solo de Fernanda Takai, o Onde Brilhem os Olhos, é totalmente dedicado ao repertório cantado por Nara Leão, com composições de Chico Buarque, Ary Barroso, Caetano Veloso, entre outros consagrados compositores.




Poucas pessoas devem ter ouvido falar sobre Ricky Vallen, talvez sua avó ou sua mãe que assiste Raul Gil saiba de quem estou falando. Sim, ele iniciou a carreira como calouro do programa do Raul Gil. O moço é um excêntrico intérprete, único eu diria, e não para por aí, além da interpretação possui uma belissíma voz. Em seu primeiro disco intitulado Homenagens, ele regravou Jorge Vercilo, Cazuza, Altair Veloso, Chico Buarque, e fez muito bem. Seu disco foi o segundo mais vendido do Brasil, perdendo apenas para Ivete Sangalo. Acha pouco? Em 2007 ele foi o único brasileiro indicado ao Grammy Latino, na categoria cantor revelação. Agora com contrato assinado com a Sony, lança um disco e dvd ao vivo.

Em muitos casos não basta ter uma bela composição, tem que saber interpretá-la de forma única e, principalmente, emocionar.

Talvez você goste

0 comentários

Digue...

Formulário de contato