música

Quem disse que o erudito e o popular não podem se casar?

sexta-feira, novembro 06, 2009Thabata Lima Arruda

Eu vi este pianista pela primeira vez no Altas Horas, subindo na banqueta e estraçalhando as teclas do piano e, ao mesmo tempo, fazendo sair dali - do piano - obras musicais maravilhosas.


Vitor Araújo tem apenas 18 anos, mas já é um pianista consagrado no Brasil. Iniciou seus estudos aos nove anos, no Conservatório Pernambucano de Música. Recebeu destaque tanto na infância quanto na adolescência pelos inúmeros prêmios que ganhou.
Em 2006 gravou, no Salão Nobre do Teatro de Santa Isabel, o DVD-demo Variando. O concerto chamou a atenção de vários veículos de comunicação, não só de Pernambuco, terra natal de Vitor, como do resto do Brasil. Seu jeito irreverente de tocar, comparado muitas vezes com Jamie Cullum, faz desse pianista único, mas ele diz que as semelhanças entre ele e Jamie não passa apenas da estética nas apresentações, pois as composições de cada um possuem personalidades únicas.
Vitor causa polêmica, pois insere em obras eruditas consagradas improvisações populares.
É de fato um talento raro este garoto.


.

Talvez você goste

3 comentários

  1. Incrível mesmo! Eu gosto desses talentos que se destacam por ser difentes e raros, surpreender é a palavra em todas as situações!!! Bjos

    ResponderExcluir
  2. Muito bom... jovens talentos devem servir de inspiração, para todos nós, jovens ou velhos... porque não há época certa para nos destacarmos pelo nosso talento!
    Ouvirei e depois comento!

    ResponderExcluir
  3. Voltando para comentar... muito interessante o som do rapaz... diferente, mas ainda assim preferi as músicas mais tranquilas e simples.
    Valeu a dica! ^^

    ResponderExcluir

Digue...

Formulário de contato