cinema gostei

Primeiro filme do ano: The Perks of Being a Wallflower

domingo, janeiro 06, 2013Thabata Lima Arruda

Reunir em um roteiro toda uma gama de sentimentos, traumas, aspirações e medos, sem que fique pesado e massante é complicado. Mas em The Perks of Being a Wallflower eu senti leveza. O filme é de uma delicadeza cativante do começo ao fim. Possui umas pitadas de humor e ápices de intensidade. 
Acho que tudo isso se deve ao fato de que o responsável pelo roteiro e direção foi Stephen Chbosky, também escritor do livro homônimo do qual o filme foi adaptado. Ter por trás o criador do universo em questão torna tudo muito mais sincero, eu acredito. E foi isso que eu senti. 



A trama se passa entorno da dificuldade de se relacionar socialmente do personagem Charlie, que passou por alguns traumas para desenvolver essa resistência. Mas ao conhecer Sam e Patrick ele descobre que a vida, por mais pesada que pode tornar-se, também pode ser divertida e repleta de amor. 
Acredito também que a excelência que encontrei na trama se deve ao trio de atores protagonistas. Logan Lerman (Percy Jackson) ficou com o papel de Charlie e o fez de forma genial. Sam ficou a cargo da nossa velha conhecida Emma Watson (Harry Potter, Ballet Shoes) que não deixou nada a desejar. Já o divertido Patrick ficou sob responsabilidade do ator Ezra Miller (Precisamos Falar Sobre Kevin) que deu o tom certo ao personagem, tanto nos momentos de humor quanto nos mais dramáticos. 
A trilha sonora é repleta de canções dos anos 70 e 80 e encaixam-se perfeitamente nas cenas.


Talvez você goste

0 comentários

Digue...

Formulário de contato